Power Blog - o ponto de encontro de todos os profissionais ligados em tecnologia!
Power Blog - o ponto de encontro de todos os profissionais ligados em tecnologia!

Como o design de uma bomba de drenagem afeta sua manutenção

Visão estrutural de uma bomba de drenagem portátil modelo WEDA, da Atlas Copco.

 

Bombas submersíveis para drenagem são equipamentos que por definição sempre trabalham em ambientes desgastantes.

Junto com os líquidos que drenam, sempre estão presentes partículas sólidas que circulam por seus sistemas internos. Os bloqueios inerentes ao acúmulo de resíduos nem sempre se manifestam de maneira óbvia com a parada do equipamento. Ao invés disso, é muito mais comum que aconteça uma progressiva queda de performance, assim como diminuição da eficiência energética. Por isso, realizar limpezas periódicas é essencial para que o equipamento renda o máximo que pode. Tal processo em si não é algo custoso, pois esse tipo de aparato não exige troca frequente de componentes que possuam valor elevado. Mas já a mão de obra é outra história.

Por esse motivo, a nova geração de tecnologia em bombas de drenagem traz cada vez mais preocupação com o processo de montagem e desmontagem.

Muitos modelos convencionais disponíveis no mercado demandam um tempo desnecessário devido à complexidade do processo de manutenção, por vezes exigindo deslocamento do equipamento para a assistência especializada. Um bom design de produto, nestes casos, torna-o não apenas mais fácil de usar, como também mais produtivo e sustentável.

Um bom exemplo disso é a linha de bombas de drenagem portáteis WEDA, da Atlas Copco, que trazem o conceito de “plug and pump”.

Diversas características do projeto permitem a realização in loco dos procedimentos de manutenção.

Neste sentido, o equipamento é dividido em módulos, que agrupam os principais componentes de maneira que não é necessário desmontar a bomba inteira apenas para uma manutenção específica. Os componentes elétricos, por exemplo, são facilmente acessíveis e não é necessário um desmonte geral para repará-los. Os principais componentes possuem encaixes usinados que reduzem a quantidade de elementos de fixação. Estes, por sua vez são padronizados: todos os parafusos e porcas utilizados são do mesmo tamanho. Ou seja, não é necessário perder tempo trocando de ferramenta nem procurando qual parafuso é o certo.



 
Carregando busca...
Conheça Nossos Canais:









Sobre o Power Blog

POWER Blog é um novo veículo de comunicação feito para os profissionais que querem se atualizar sobre novas tecnologias para aumentar a produtividade, com maior sustentabilidade. Nele você encontra 5 canais diferentes: Ferramentas para construção, Bombas de drenagem, Ar comprimido portátil, Energia portátil e Manutenção de equipamentos.

 
 

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Nome:

E-mail:

Telefone:

Comentário: